Varejo alimentar gera 40 mil vagas de trabalho ao final de 2020

Pesquisa da APAS mostra o melhor resultado para o mês de novembro, desde 2014. São Paulo lidera entre os estados brasileiros

Mesmo em um cenário difícil como o de 2020, o varejo alimentar nacional atingiu o maior índice de vagas de trabalho, abertas no mês de novembro, desde 2014. Ao todo o setor criou 39, 8 mil vagas e o estado de São Paulo é o líder do ranking, com 9,6 mil novos empregos no penúltimo mês do ano passado. De acordo com a Associação Paulista de Supermercado, a capital paulista registrou também um aumento de 43,6% em relação ao índice de novembro de 2019, três vezes mais que o número registrado em outubro do ano passado.

No acumulado do ano de 2020, o número de novas vagas de emprego no varejo alimentar de São Paulo chegou a 14,2 mil, pouco menos que em 2014, quando o setor de supermercados empregou 16 mil pessoas entre janeiro e novembro. Atualmente, o setor varejista alimentar de São Paulo emprega 562,3 mil pessoas, seguido por Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.