Growth hacking: testes mostram caminho do crescimento aos supermercados

Tecnologia consegue “hackear” maneiras de crescer por meio de experiências dentro do ponto de venda

Os supermercados são verdadeiros laboratórios sobre o comportamento do consumidor, além de ser um ambiente propício para testes pela variedade de perfis que passam pelas lojas todos os dias. Hoje, a tecnologia transformou completamente a forma como as marcas podem obter feedbacks dos consumidores, principalmente na velocidade com que as mudanças podem ser implementadas nos pontos de venda.

O que poucos conhecem é o conceito Growth Hacking, uma metodologia prática que usa tática ágil para crescer baseado em experimentação constante. “Podemos definir como uma maneira de pensar mais profunda. Em nossa nova configuração de mercado, um orçamento não pode ter planejamento anual, por exemplo”, apontou Raphael Lassance, Fundador da Growth Team.

Números como resposta

Segundo o especialista, os testes feitos com os indicadores corretos permitem maior assertividade nas decisões. “Quem responde pela escala de investimento são os números. Ao testar qualquer coisa na loja, você precisa deixar que os dados tragam as respostas“, analisa Lassance.

Encontrar os caminhos mais curtos para chegar ao crescimento da marca é a essência do Growth Hacking e as principais estratégias são mais simples do que parece. “No YouTube é possível inserir um anúncio de uma marca no vídeo de lançamento publicado pela concorrência. No modelo Display, do Google, você pode ter um banner da sua empresa segmentado para usuários que acessaram o site de outras empresas por exemplo”, explica Fundador da Growth Team.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.