APAS registra crescimento de vagas em supermercados

Pesquisa mostra que o Estado de São Paulo foi responsável pela criação de mais de mil vagas de emprego no setor somente no mês de outubro

Os supermercados de São Paulo contribuíram para a economia do estado no mês de outubro com a abertura de mais de mil postos de trabalho. Mais precisamente 1.272 empregos, de acordo com o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), foram gerados e isso mostra como o setor está evoluindo. Ao longo de 2018, esse é o quarto mês seguido que apresentou aumento neste setor.

Apesar dos números positivos em outubro deste ano, o setor supermercadista apresentou índices melhores nos dois anos anteriores. Por isso, a previsão de atingir 12 mil novos postos de trabalho este ano feita pela Associação Paulista de Supermercados não deve se confirmar. “Os resultados até agora colocam como muito difícil de se concretizar, apesar do mês de novembro ser o que concentra a maior parte das contratações do setor. As chances de atingir a projeção para 2018 são remotas e até difícil de ser melhor que em 2017”, explicou o economista da APAS, Thiago Berka.

Porém, a expectativa ainda é otimista por parte dos empresários do setor no Brasil. Segundo a Pesquisa de Confiança feita pela associação, aproximadamente 50% dos gestores esperam poder contratar novos funcionários. Isso significa que possivelmente nos próximos meses haja evolução na geração de empregos nos supermercados de São Paulo.

Temporário
Entre os novos postos de trabalhos nos supermercados de São Paulo, os empregos temporários devem ser responsáveis por aproximadamente 7 mil vagas. O principal motivo é o aumento considerável no fluxo de consumidores nas lojas durante os últimos meses do ano. Do total de vagas temporárias, as lojas devem reter cerca de 5% destes novos colaboradores nas lojas em 2019.

Ainda segundo Berka, somente na época do Natal os supermercados vendem aproximadamente 22% mais itens do que a média do setor para cada mês do ano. Além disso, o fluxo de consumidores que visitam as lojas nesse período cresce 11% e isso implica em mais funcionários para suprir a demanda desses clientes. Neste cenário, de acordo com o CAGED, as vagas preenchidas com maior número de funcionários nos supermercados são as de repositor de mercadorias, seguido por atendentes de loja, operadores de caixa e embaladores.

As regiões do Estado de São Paulo com maior destaque em novos postos de trabalho em outubro são Santo André, Marília e Campinas, todos com mais de 200 vagas líquidas. A Pesquisa de Emprego dos Supermercados reúne dados sobre a admissão, demissão, saldo mensal e saldo total de colaboradores envolvidos nas atividades supermercadistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.