Supermercados se reinventam e oferecem até academia para fregueses 

O varejo se adapta cada vez mais ao novo – e exigente consumidor.

Já pensou em ir ao supermercado, mas, antes de comprar os ingredientes para o almoço em família, praticar ioga, no mesmo local? Nosso blog traz esse curioso caso que reflete as inovações dos varejistas em troca da satisfação dos clientes.

Nos Estados Unidos, a concorrência não é fácil. E, com a ascensão das lojas on-line, a ideia de muitos varejistas físicos é buscar alternativas que o cliente não encontrará na internet: serviços além da venda de produtos.

albany_shoprite_exterior
Uma das lojas da Rede ShopRite. Imagem: divulgação

Uma das novidades veio de uma unidade da ShopRite, em Hanover Township (próximo de Nova York), que faz parte da maior cooperativa de supermercados de proprietários individuais dos Estados Unidos. A loja incrementou ao autosserviço de compras uma academia que oferece aulas de ioga, barra e zumba. Além disso, oferece serviços de um especialista em cosmética aos finais de semana.

“Você não pode se exercitar [fazendo compras] on-line”, diz John Sumas, diretor de operações do Village Super Market Inc., membro da cooperativa Wakefern Food Corp., da qual a ShopRite faz parte. “Conseguir que um volume significativo de pessoas vá a um edifício tem seu próprio valor”, complementa Sumas.

Para os clientes, essa é uma ótima forma de manter a vida saudável. Ana Soriano, de 51 anos, dona de casa em Morris Township, Nova Jersey, confessa que, no início, achou “estranho” as aulas de ginástica num ShopRite. Entretanto, agora, é frequentadora. “Termino minhas aulas, faço as compras e volto para casa para as crianças”, diz ela.

Lucro estável, vendas maiores

E os resultados foram animadores. O lucro operacional do Village Super Market foi de US$ 44 milhões no ano fiscal encerrado em julho passado – US$ 30 milhões a mais que no ano anterior.

Mesmo que a margem de lucro operacional não seja muito diferente das demais 29 unidades da Village, o crescimento das vendas tem sido um dos mais fortes, segundo Sumas. Para ele, “os 150 fregueses que pagam US$ 20 por mês por aulas ilimitadas de ginástica estão entre os mais leais”, ressaltando que vai expandir o serviço para uma nova loja planejada para Old Bridge, em Nova Jersey. “É um risco que vale muito a pena ser tomado”, conclui Sumas.

Apesar de ser um diferencial e dar certo, é preciso focar em estratégias que tenham como base planejamentos, pesquisas e um bom marketing. É fato que o consumidor deseja experiências novas e ser tratado mais do que como um mero consumidor, até porque, nos dias atuais, comprar está mais fácil, e, portanto, o varejista precisa implantar experiências novas. Com a escolha nas mãos, o freguês busca o que realmente fará um diferencial no cotidiano, em sua vida.

E-book sobre empoderamento

Reconhecida mundialmente como a maior Feira supermercadista do mundo, a APAS Show reúne toda a cadeia supermercadista do Brasil e do exterior em um evento totalmente segmentado, com expositores de diversos países. Em 2017, o tema do evento será Empoderamento. E você pode sair na frente e conferir tudo sobre o tema baixando uma cópia do nosso mais novo E-Book. Garanta já o seu clicando aqui.

Com informações: The Wall Street Journal, O Negócio do Varejo.

Banner-e-book

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.