5 tendências do varejo que vão mudar sua visão para os negócios

O Congresso de Gestão APAS 2016 continua sendo um verdadeiro fomentador de novas tendências,  ideias, debates, que oferecerão um impulso para executivos e gestores do setor. Diante do momento desafiador do mercado, o supermercadista tem buscado diversas formas de alavancar as vendas e conquistar a atenção do consumidor. Mas será que apostar em estratégias por impulso, como promoções e ofertas, é mesmo o caminho mais certo?

John L. Stanton, diretor da Herr´s Food, empresa do setor alimentício nos Estados Unidos, apresentou em sua palestra “Como encontrar e desenvolver vantagens competitivas” as diversas formas para traçar perspectivas, quebrando antigos paradigmas do setor. Partindo de uma análise aprofundada sobre o que o ponto de venda tem de forte e fraco, o supermercadista precisa ser ágil para não perder espaço para outros canais de venda.

Veja as 5 principais tendências assinaladas por Stanton:

1. Mudança de hábitos

As pessoas estão cada vez mais sem tempo, buscando solucionar seus problemas de forma dinâmica e ágil. Então, é necessário que o supermercado atenda a essa expectativa, oferecendo pratos congelados, pré-prontos ou melhorando a organização das gôndolas – por exemplo, aproximando ingredientes de um prato em alta.

2. A família de um só

Cresce o número de pessoas que moram sozinhas. Nos Estados Unidos, por exemplo, em 1991 eles eram 4,1% dos lares, em 2011, esse número subiu para 10%. Oferecer demanda para consumidores que desejam embalagens personalizadas para uma pessoa se torna essencial.

3. Millennials (ou geração Y)

Esses jovens entre 16–34 anos estão dispostos a pagar mais por uma boa experiência de compra. São 10% mais leais às marcas líderes e 37% deles não pretendem economizar, segundo pesquisa da Nielsen. Oferecer experiências focadas em públicos-alvos que estão propensos para comprar é uma maneira de evitar a perda de lucros na evasão de outros tradicionais shoppers.

4. Tecnologia é fundamental

As grandes redes de varejo estão crescendo e investindo em tecnologias, que serão fundamentais para atrair o consumidor para o supermercado, ampliando a sua experiência e, assim, o fidelizando.

5. Atendimento e segmentação 

O consumidor está focado em experiências. E tudo que colabore para a solução de problemas, ele está disposto a vivenciar. “É impossível agradar a todos, pois nem todos são iguais”, salienta Stanton. Focar em bom atendimento se torna essencial, já que o avanço do e-commerce se torna uma alternativa real para o consumidor. Boas dicas são investir em uniformes que sejam característicos das categorias de atendimento, apostar no ensinamento da venda sugestiva, entre outras modalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.