Nova plataforma de delivery passa a operar em São Paulo

Startup colombiana Merqueo chega à região metropolitana com contratos de grandes marcas, incluindo Coca-Cola, Ambev, P&G, Unilever, entre outras.

Sem dúvida, a pandemia acelerou alguns mercados, como o de delivery, que após um ano de desempenho acima da média, começa a ficar cada vez mais acirrado com a entrada de novos concorrentes. Além dos mais lembrados pelos consumidores –  iFood, Rappi e Uber Eats – São Paulo recebe agora a operação da Merqueo, app de entregas originário da Colômbia que planeja disputar espaço com nomes já consolidados no mercado nacional.

A plataforma chega à região metropolitana de São Paulo com parcerias robustas para atender os clientes: Coca-Cola, Ambev, Nestlé, Parmalat, Mondeléz, P&G e Unilever. O grande diferencial da empresa – que representa um desafio para os supermercados ficarem de olho – é não ter como intermediário as redes de varejo. Toda operação é focada diretamente pela startup, que inclusive compra os produtos diretamente da indústria.

A chegada a São Paulo representa um investimento de R$ 130 milhões para ampliar a distribuição da Merqueo via dark stores. O objetivo é ocupar lacunas que a concorrência não supre, como por exemplo, quando há falta de produtos nas outras plataformas. 

Em seu país de origem, a Merqueo aposta na entrega veloz – 15 minutos – como ferramenta de diferenciação, algo que sua concorrente oriunda também da Colômbia, a Rappi, já pratica por aqui em conjunto com as lojas do Grupo Mambo, no bairro Itaim Bibi.

Recém-chegada ao México, a Merqueo parece estar em franco crescimento. No último dia 30 de julho, a startup recebeu um aporte de US$ 50 milhões dos fundos ICD Ventures, Digital Bridge e IDB Invest. Nos próximos 12 meses, a empresa planeja aumentar sua área de logística em São Paulo para sete grandes armazéns de distribuição espalhados pela cidade e também atender com mais agilidade cidades como Osasco e Barueri.

A APAS Show 2021 está confirmada! Saiba as datas da edição deste ano!