Grandes redes de supermercados são os preferidos para compras online

Conheça também alguns motivos que interferem nas compras online, de acordo com Pedro Ross, Sócio da Bain & Company

A maioria dos consumidores escolheria uma grande rede de supermercado caso tivessem que fazer uma compra online. “O consumidor só não compra na internet porque este formato ainda não está profundamente estabelecido”, diz Pedro Ross, Sócio da Bain & Company durante sua apresentação no Congresso de Gestão da APAS Show 2019, iniciado hoje, 7.

Mesmo diante do consumidor omnichannel, que deseja atendido em diferentes canais e momentos distintos, o varejo off-line pode trabalhar em três frentes para se beneficiar deste comportamento. Segundo o Sócio da Bain & Company, o mais indicado é fechar a lacuna de conveniência entre compra online e física, aproveitar a vantagem de ser uma empresa estabelecida no mercado e usar o ambiente digital como diferencial.

Barreiras ainda existem para compras online

Ross também destaca os motivos que interferem diretamente na aceitação das compras online pelos consumidores. “A busca por produtos nas lojas físicas é melhor do que nos e-commerces e, em compras online, alguns itens podem não estar de acordo com o que o cliente quer”, explicou o Sócio da Bain & Company.

Segundo o executivo, dos consumidores adeptos das compras online em supermercados, poucos têm esse hábito regularmente. “Dos compradores com este comportamento, somente 6% usaram serviços online desses supermercados mais de uma vez por mês”, afirmou.

Pedro relata que, nos Estados Unidos, as maiores barreiras para o supermercado online são o desejo do consumidor de andar pela loja, além da falta de confiança na qualidade dos produtos que serão entregues. Entre os principais motivos para que uma experiência de compra online seja conveniente para os consumidores estão: fazer o pedido de qualquer lugar, checkout e pagamento mais fácil e mais rapidez.

teste