Empresários brasileiros debatem caminhos do varejo no Brasil a partir da NRF 2019

Propósito das empresas devem estar inseridos e presentes em toda a operação de loja para gerar maior impacto na experiência do consumidor

O mês de janeiro já é esperado pelos principais players do varejo no Brasil e do mundo por conta da NRF Retail’s Big Show, evento que reúne nos Estados Unidos as últimas novidades para o setor. A edição de 2019 reuniu mais uma vez marcas e empresas representativas além de apresentar os novos rumos que a tecnologia proporcionará para todos os envolvidos nesta área.

Uma dessas empresas é a NCR Corporation, empresa de soluções omnicanal, que aproveitou o evento para divulgar soluções que tornarão o cenário varejista mais competitivo, principalmente por meio de serviços de consultoria, software, hardware, suporte e iniciativas voltadas para a melhoria dos pontos de venda e experiência de compra.

Para obter reconhecimento, a NCR apresentou em seu estande uma solução para lojas baseada em nuvem e soluções de pagamentos integradas. “Queremos ajudar os varejistas a administrarem suas lojas com mais eficiência, a criar experiências excepcionais aos consumidores e competir com os disruptores online”, disse David Wilkinson, vice-presidente sênior e gerente geral da NCR Retail.

Um dos principais aprendizados desta edição deste ano para os executivos brasileiros foi a importância do propósito, da experiência de compra e da diferenciação. Para as empresas se destacarem em um cenário cada vez mais competitivo, elas devem buscar a criatividade dentro do seu ambiente. “Um líder empresarial é o guardião do propósito”, disse Flávio Rocha, fundador da Riachuelo.

O executivo destaca também que a mentalidade dos gestores precisa estar alinhada ao propósito maior da empresa. Enquanto o empresário acredita que ele é fundamental para que tudo funcione, o propósito une colaboradores, acionistas, a comunidade, clientes e fornecedores”, explica Rocha.

Por outro lado, Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, acredita que a missão das empresas deve ser a digitalização do varejo físico. “Somos reconhecidos como uma empresa presente no digital e no off-line. Hoje sabemos que onde existe uma loja física nossa, vendemos mais pela internet”, afirma à executiva.

teste