Aplicativo do Sam’s Club pretende diminuir tempo nas filas

Lançado em maio, app já colaborou para aumentar ticket médio do clube de compras

O tempo de espera em filas já é conhecido como um dos principais fatores de insatisfação para os consumidores, sobretudo em dias de muito movimento nas lojas. Várias são as soluções adotadas pelas redes de supermercado para atenuar esse momento, que vão do self-checkout a totens que informam os colaboradores sobre uma possível formação de fila.

Para agilizar o pagamento nas lojas Sam’s Club, o Walmart aposta em dispositivos móveis. Por meio do aplicativo do clube de compras, o consumidor digitaliza o código dos produtos, gerando um comprovante lido pelo operador do checkout ao invés do tradicional modelo em que o colaborador lê o código de barras, registrando cada uma das mercadorias.

Com a iniciativa, a bandeira espera obter uma redução de 40% no tempo consumido nas filas. Lançada em maio deste ano, a funcionalidade “Click & Go” do aplicativo também já colaborou para alavancar os resultados da operação da rede. Segundo o diretor de marketing do clube de compras, Rodrigo Novelli, o app foi responsável por aumentar o ticket médio dos clientes em 25% nas transações com uso da ferramenta.

Maior controle dos gastos e participação dos funcionários

Além do registro das compras, o aplicativo soma o total dos preços até o momento, permitindo que o consumidor tenha um controle maior sobre os valores gastos no ponto de venda. Outras funcionalidades também foram desenvolvidas para facilitar a jornada do cliente, como a busca de lojas por geolocalização e a consulta de preços.

A implementação do aplicativo afetou também os colaboradores, que não perderam seu posto, mas ganharam novas atribuições em suas tarefas. Os operadores de checkout e os fiscais na saída da loja precisam estar mais atentos ao que é exibido pelo display do aplicativo e a um sinal que identifica se a compra foi realizada pelo método tradicional ou pelo app.

O aplicativo foi desenvolvido no Brasil durante três meses antes de ser disponibilizado em fase de testes na Grande São Paulo em um período de quatro meses. Possui funções desenvolvidas a partir do conceito “pick and go”, que em português pode ser compreendido como “pegue e leve”, atendendo à demanda por maior agilidade no processo de compras do consumidor. Atualmente, o app pode registrar apenas 20 itens por transação, mas a previsão da rede é aumentar essa quantidade para um número ilimitado de produtos.

teste