Gerente usa Pokémon Go e aumenta em 75% as vendas no ponto de venda

O fenômeno dos games pode atrair fregueses para o varejo

Se você ainda não ouviu falar da nova febre do mundo dos aplicativos e jogos, deve ter passado os últimos meses viajando por algum lugar sem comunicação — mas provavelmente cheio de Pokémons ao redor. Nosso blog vai repercutir o sucesso do jogo para smartphones, que, inclusive, inspirou uma pizzaria a ampliar as vendas, a partir de uma genial estratégia de Marketing.

Utilizando a “realidade aumentada”, uma tecnologia que consegue, por meio da tela de smartphones, incrementar a nossa realidade com personagens fantasiosos, a Niantic  (parceria da Nintendo com a The Pokémon Company) lançou o jogo Pokémon Go, que transforma jogadores em “treinadores Pokémon”. Eles espalharam os bichinhos do universo da famosa série de TV e dos games por diversas áreas urbanas e, a partir daí, cabe aos usuários buscá-los e capturá-los.

Apesar de inúmeras polêmicas relacionadas ao lançamento fenomenal do jogo, tais como acidentes, atropelamentos, assaltos e lugares históricos e turísticos que não permitiram serem incluídos no mapa do game, muitos varejistas estão se aproveitando da onda para lucrar.

É o caso da Pizzaria L’inizio, localizada em Nova York. O proprietário investiu US$ 10 e atraiu cerca de dez Pokémons até o local. O resultado? Um aumento de 75% nas vendas.

A ideia simples e barata conseguiu fazer com que os jogadores, ou melhor, os caçadores fossem até o local para capturar os bichinhos e depois faziam uma pausa para o lanche. A estratégia original mostra que o mercado de varejo, não importa o ramo, deve sempre estar preparado para oportunidades.

Nova oportunidade de Marketing surge com os “Poke Stops”

Com o sucesso do aplicativo, um dos grandes que já se mexeu para surfar nessa onda é o McDonald’s. Alguns jogadores encontraram indícios que a rede de lanchonetes vai usar suas lojas como ginásios de competidores —  já que o jogo também permite o duelo entre os caçadores.

Jogo se baseia em realidade aumentada

Ainda é cedo para mensurar qual o alcance de estratégias do tipo e se algumas empresas podem investir com a certeza de lucros. No entanto, ferramentas de geolocalização se mostram cada vez mais poderosas, ao ponto de atrair muitas pessoas para um determinado local.

Quem sabe, futuramente, as estratégias consolidadas de alguns canais de Marketing não precisarão repensar conceitos e aderir à ações aos moldes que o jogo trouxe?

Por enquanto, muitas lojas já estão usando o título de “Poke Stops”, ou seja, um local onde os jogadores podem ir para conseguirem mais Pokebolas e aumentarem as pontuações dentro do jogo.

O “Pokémon Go” já foi lançado no Brasil e o varejista já precisa ficar atento às oportunidades que o game pode trazer para os negócios. Ou quem sabe, aproveitar para inovar em ideias que ele mesmo possui, mas há o receio de tentar.

Com informações: Sputnik, Ecommerce de Sucesso, BlastingNews, Exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.